Técnicas e DIY's para revestir a parede

Atualizado: 21 de Set de 2018

Quando iniciamos uma reforma ou simplesmente queremos dar um novo ar para algum ambiente, seja ele comercial ou residencial, as paredes são sempre elementos que precisamos trabalhar. Em meio a dezenas de paredes brancas, ter algum diferencial em uma delas parede uma missão difícil, já que no mercado temos inúmeras opções de revestimentos, adesivos, papeis de parede, tecidos, tintas com efeitos especiais, amadeirados, etc.


Abaixo, citarei algumas soluções alternativas que para serem escolhidas, dependem basicamente da FUNÇÃO deste ambiente e da SENSAÇÃO que você deseja transmitir e até mesmo, sentir.

Para espaços sociais, como as salas, o hall de entrada e até mesmo uma recepção se for espaço comercial o interessante é optar pelos amadeirados, seja revestimento que imita, MDF ou a madeira mesmo, criando um painel onde é possível pontuar acessórios de decoração, setorizar o espaço para a área da tv ou trabalhar com plantas.



Sala de estar com painel de madeira ao fundo e no hall de entrada.

Referência de hall, setorizado por painel vazado e parede revestida por madeira. Fonte: Tua Casa


Painel amadeirado utilizado como suporte para mini jardim. Fonte: Casa e Jardim

Nos espaços íntimos, como os dormitórios, podemos trabalhar com o DIY (Do It Yourself - Faça você mesmo) através de tecidos, adesivos foscos e pinturas geométricas. No primeiro caso, basta medir a parede de interesse (a melhor opção é na parede da cabeceira da cama para realçar a área), comprar a metragem do tecido (com sobra de pelo menos 10% para não ser necessário comprar um novo lote do tecido - e que pode ter variação da cor) e colar, respeitando as emendas que a estampa tem. Se o quarto for muito pequeno, opte por estampas florais bem claras, ou os clássicos zig zag, listras ou poás em tonalidades azuis, verde claro, cinzas e beges, evitando carregar o ambiente.



Dormitório com aplicação de tecido listrado.

Dormitório com estilo romântico e aplicação de tecido floral. Fonte: RCB Arquitetura

O mesmo vale para adesivos que podem comprados na internet facilmente: neste proposta você pode utilizar a parede branca mesmo e comprar kits que vem com adesivos de bolinhas, cruz, setas, flores e ir posicionando aleatoriamente. pode ter certeza que o ambiente ficará com outro aspecto, mas tenha atenção com o tamanho destes adesivos, pois mesmo com uma cor clara, eles podem trazer muito impacto se o ambiente for pequeno.



Adesivos de bolinha garantem um novo visual a parede.

Opção de adesivos metalizados e em formatos diferenciados. Fonte: PrintMe



Se você tem a intenção de ousar um pouco além, pode incluir adesivos em rolo para o teto, criando um espaço totalmente fora do comum, como estes abaixo:



Aplicação de adesivo e papel de parede no teto. Fonte: Get Ninjas

Uma outra técnica com DIY é utilizar fitas (pode ser a fita crepe, isolante, alguma com espessura mais grossa) e traçar algumas linhas na parede. Posicione as fitas na parede, criando algumas geometrias simples, como triângulos, e compre duas tintas com tonalidades próximas (dois tons de azul, ou cinza claro e cinza médio, rosé e bege, etc). Vá intercalando as tonalidades e depois remova as fitas. Você terá uma parede totalmente diferenciada e que pode durar vários anos: enjoou? Só pintar novamente. É a técnica mais simples porque ao remover adesivos ou tecidos a parede pode ser danificada e exigir reparos, o que não acontece com a pintura.



Pintura geométrica na parede. Fonte:Pinterest

Ainda como tendência, a pintura ombré (ou degradê) continua em alta, assim como a nova concepção de pintar somente meia parede e fazer borras propositais, atraindo uma atmosfera despojada e irreverente.



Pintura ombré na cabeceira da cama.

Se ainda te soa muito simples, que tal combinar revestimento com pintura? Sabe-se que a ideia de dividir a parede metade com revestimento e metade com pintura continua se inovando até hoje. E como no mercado já temos revestimentos que fogem do padrão retângulo e quadrado, podemos utilizar isso a nosso favor. Pintar 2/3 da parede de uma cor, 1/3 de outra; utilizar um corte especial para uma cerâmica, posicionar aqueles famosos tijolinhos subway tiles na vertical e depois preencher o restante com outra cor; trabalhar 3 ou mais tonalidades de um mesmo revestimento.



Revestimento com 3 tonalidades e paginação diferenciada na cozinha. Fonte: Novolar Empreendimentos


Divisão meia parede com a cor jade e branca. Fonte: Eliane Revestimentos


Tendência de pintura até meia parede ou apenas 1/3. Fonte: Casa do Edu.

Ufa! São milhões de opções e, muito além do aspecto estético, saber escolher a cor, a intenção, a padronagem, a paginação do revestimento exigem diferentes estudos e tudo isso pode ser decidido em parceria com o designer de interiores, que tornará seu espaço versátil, agradável e muito mais exclusivo. É muito bom pesquisar e guardar referências e inspirações, mas que tal ter aquilo que você nunca viu? Consulte através do email contato@nathalydomiciano.com e me conte suas maiores ideias.

22 visualizações

NATHALY DOMICIANO |superfícies e interiores

2020 | Todos os direitos reservados

São Paulo, Brasil - (+55) 11 93330 5664