Morar mais por menos - Salvador

Atualizado: 21 de Nov de 2018

A Mostra "Morar mais por menos" tem como conceito apresentar o melhor custo x benefício para os diferentes produtos e serviços no setor da Arquitetura e Design. A proposta é incentivar a valorização do profissional designer de interiores para concepção e harmonização dos espaços internos, além de demonstrar que é possível ambientes incríveis gastando pouco.

Entre os subconceitos, a mostra utiliza em todos os ambientes diferentes técnicas de produção, tecnologia e inovação, unindo brasilidade à preceitos sustentáveis e artesanais.


Na edição de Salvador, tenho o prazer de apresentar o trabalho do designer de interiores Rafael Petry que desenvolveu 3 ambientes especialmente para esta edição - em parceria com arquitetos e paisagistas - e explorou diversificadas técnicas que utilizam o reaproveitando de materiais (Upcycle), proporcionando a eles novos significados e valores. Responsável pela área externa, bilheteria e uma ambientação interna, darei início a esta matéria, com a apresentação do projeto para área externa do evento:



Fachada Morar Mais Por Menos Salvador; Fotografia: Marcelo Negromonte

A fachada recebe cadeiras retiradas de um ferro velho e introduzidas no espaço para fazer uma alusão ao Sítio do Pica Pau Amarelo, pois é contado nesse ambiente uma história (Narizinho no Reino das Águas Claras). As duas poltronas Rosé que ficam na fachada foram encontradas no depósito da Hora da Criança, Salvador, onde foram restauradas. As mesmas foram usadas em uma encenação em 1993 e 1994 na peça Opereta Narizinho de Monteiro Lobato (homenageado neste ambiente).

A arte digital da fachada foi feita pelo fotógrafo Vinícius Moreira (@vinicius_vm), assim como a pintura em tela do living interno. A arte compreende um mosaico que ganha movimento conforme a iluminação, segundo o designer.

Área externa Morar Mais Por Menor Salvador. Acervo: Rafael Petry

Na área externa, o gramado recebeu móveis e adornos que se destacam com a iluminação pontual que contorna cada traço. O destaque vai para a mesa de centro elaborada em corda náutica e que apoia adornos, utilizando-se do upcycling para ressignificar materiais.


Sobre o conceito, perguntei para o designer de interiores qual a importância que ele analisa sobre o conceito na decoração de interiores:


"Estamos cheios de possibilidades com as coisas que já temos. "Desengessar" nossa mente de que tudo tem uma única função é o primeiro passo para uma infinidade de descobertas.

Economia, personalidade e ambientes com toques únicos fazem do Upcycling um dos estilos mais exclusivos de todos, afinal cada pessoa tem uma visão das possibilidades e funções que podemos dar aos objetos."


Muitas pessoas ainda confundem o conceito de Reciclagem com o Upcycle, pois eles partilham de um mesmo conceito, mas se materializam de formas diferentes. Para isso, o designer pontua a diferença sutil entre eles:


"Reciclagem você atribui uma nova forma ao objeto para então reutilizá - lo. Já no Upcycling, se valoriza e aproveita a forma original do objeto em questão. Essa é a grande sacada, a diferença. Você não muda nada nele, apenas da uma nova função. "



Tropicalidade e brasilidade reunidas em um só espaço, contemplando e valorizando a área externa. Acervo: Rafael Petry

Quando adentramos na Mostra, o espaço destinado à bilheteria traz várias ideias genuínas e autênticas sobre a reutilização de materiais que temos disponíveis de fácil acesso e até mesmo em casa. No teto, a ideia foi cobrir parte do forro com páginas de gibis e, para completar, a iluminação que geralmente utiliza spots com trilho recebeu canecas plásticas instaladas. A unidade visual continua devido aos nichos que estruturam a bancada da bilheteria.



Bilheteria Mostra Morar Mais por Menos Salvador. Fotografia: Vinicius Moreira

Parte dos objetos e produtos que foram utilizados na ambientação são de oficinas realizadas no Studio Petry: Casa Rose Shop, Makrame Decor e Concreto com Alma (@casarose.shop, @makramedecor , @concretocomalma)


Canecas que foram utilizadas para compor o trilho

Os mesmos nichos que estruturam a bilheteria também fazem divisória com o living, desta vez configurado como estante, que o designer nomeou como "Tetris".

Para o living, foram escolhidos obras de arte, painel de cordas, muita vegetação com a presença especial para a Palmeira leque e um tapete que foi customizado pelo próprio designer. O ambiente é despojado e transborda brasilidade, graças a paleta de cores escolhida, a ampla vegetação e os tons de madeira que acolhem qualquer ambiente. A iluminação amarelada trouxe maior vivacidade ao cenário que mescla o conceito de "Urban Jungle" a uma atmosfera atemporal.

Estar da Morar Mais Por Menos, de Salvador. Projeto concebido pelo designer de interiores Rafael Petry e as paisagistas Rita Gomes e Nana Monteiro.


Living da Mostra Morar Mais por Menos, por Rafael Petry.

Ainda na entrevista com o designer Rafael Petry, pergunto também qual foi o conceito e a mensagem desejada para transmitir ao público da Mostra:


"Quis deixar neste ambiente as minhas memórias, por isso trouxe para a ambientação coisas que eu, Rafael Petry, gosto... como se de fato estivesse fazendo um ambiente pra mim.

Como peça principal que leva o nome do ambiente, o PIANO doado a instituição desde a abertura da mesma, ganha destaque em meio a uma ambientação feita com objetos garimpados em ferro velhos da cidade, com novas funções (Upcycling), um tapete de 15m² com estampa Chevron feito por mim (DIY) , sofá e poltrona Eames (Casa Nandos) dão um toque moderno, e partes da produção feitas com cristais de Murano (Essense in Home) trazem o brilho e o luxo para compor o ambiente. Um passeio sutil entre o luxo e o lixo, entre o clássico, o moderno e o contemporâneo, em um ambiente masculino e extremamente aconchegante.

A mistura da certo!", afirma.


A divisão de espaços por meio dos nichos permitiu passagem da iluminação e ventilação do espaço, de modo a setorizar de um modo que não isola completamente. Além disso, cada compartimento trouxe a presença de plantas, pequenas esculturas e objetos variados de decoração que tornam toda a estrutura mais viva e alegre.

Setorização do espaço por meio de nichos e paisagismo. Projeto e acervo: Rafael Petry

A estante denominada "Tetris", faz uma alusão ao game antigo e traz um sincronismo com a ideia de encaixar peças: "assim como no jogo, a decoração é uma jogada de encaixes para obter a composição perfeita, entre móveis, plantas, iluminação e objetos... quando nos juntamos, criamos coisas incríveis." Os vasos que comportam as plantas também foram extraídos do ferro velho, confiram o antes e o processo:


Metalon extraído do ferro velho para se transformar em vasos de plantas.

Memórias de um piano: espaço poético, carregado por brasilidade. A divisória em nichos faz a divisão com o ambiente que comporta a bilheteria. Projeto e acervo: Rafael Petry

Grades e estruturas reutilizadas na decoração do espaço. Acervo: Rafael Petry

Gradios antigos que foram restaurados para se incorporar a decoração de uma das paredes do Living.


Construção da estante Tetris. Acervo: Rafael Petry


Sabe-se que o conceito de morar bem com qualidade demanda bons projetos que fundam estética com funcionalidade. A Mostra Morar Mais por Menos traz como partido esse elo que se propõe a introduzir ambientes que valorizem e ressaltem a profissão do designer/arquiteto e sobre todas as suas competências. Para isso, perguntei ao designer como ele entende que a Mostra auxilia nesta valorização e sobre atingir o público alvo:


"Mais do que uma mostra de decoração, somos um grupo de profissionais que vendemos idéias e soluções para a criação de ambientes incríveis.

Qualquer pessoa hoje que visite a Morar Mais Por Menos em Salvador, monta uma casa inteira com propostas super inteligentes e com baixo custo. Desde a sala, cozinha a circulações e banheiros incríveis. Somos mais do que arquitetos e designers de interiores, somos artistas."


A partir de diferentes referências, inspirações e dicas de decoração e design, a Mostra consegue estimular a criatividade e formas de encontrarmos soluções incríveis e funcionais para os espaços. Para isso, sugeri ao designer que nos apresentasse formas de reutilizar algo que você tem em sua casa:


"Neste ambiente temos exemplos de tubos de PVC que viraram luminárias, tubos de ferro que viraram cachepots para plantas, gradios antigos produziram as paredes, entre outros elementos.

Mas, deixo como idéias (agora já aproveitando o final do ano...) copos, taças e potes de vidros podem se transformar em castiçais e fazer a ambientação perfeita para um jantar de Natal e ano novo. E claro, por quê não, uma ambientação super propícia para um jantar romântico?!. Azulejos antigos podem virar bandejas bem legais. Frigideiras, talheres e objetos de cozinha pode ser usados na produção de uma parede... e por aí vai.

A dica é simples: não enxergue nada já com uma função pré estabelecida, veja a forma do objeto e como ele pode te atender. A ideia aqui é atender uma necessidade independente do que você use para isso. Se abra as possibilidades e principalmente tenha personalidade em usar essas possibilidades. Sair do óbvio transforma a sua casa em um ambiente diferente, divertido e inusitado. E isso... todo mundo gosta!"


Para você que se admirou, se inspirou e se encantou com o trabalho do designer Rafael Petry (nas redes sociais, acompanhem o @studiopetry), deixo abaixo as informações sobre suas áreas de atuação e uma dica final:


"Atuo em projetos residenciais e comerciais em Salvador, produção de showrooms em lojas de decoração, mas meu foco é a ambientação. Gosto da ideia de pegar algo pronto que “não está muito bom” e com o que já temos a disposição criar novos ambientes. REPAGINAR


Nem sempre precisamos trocar tudo, ou comprar coisas novas. Um layout diferente - adequado, uma reorganização das coisas já transforma um espaço em outro totalmente diferente. A ideia é melhorar o que já temos e trazer aquele toque profissional aos ambientes."


Confira abaixo a lista de fornecedores e patrocinadores oficiais:

Salvador Decor Qualite Eventos Casa Nandos Essense in Home Edla Menezes Restaurações Casa dos Cactos Netasso Ferro Velho Makrame Decor Concreto com Alma Gráfica Objetiva Sebo da Lapa Madeireira Angra O Blokão Holambelo Reserva Natural Itograss Domesticoud Fotografia: Vinícius Moreira


Para mais informações sobre o profissional e detalhes de cada espaço, encontre-o nas redes sociais como @studiopetry.


17 visualizações

NATHALY DOMICIANO | interiores e superfícies

2020 | Todos os direitos reservados

São Paulo, Brasil - (+55) 11 93330 5664