A filosofia Wabi-Sabi

Marcas do tempo, lembranças, memórias ... diferente de tantos outros estilos de decoração, podemos conhecer uma filosofia: Wabi-Sabi tem origem no Zen Budismo e está relacionado à imperfeição e a ideia de encontrar beleza mesmo nas coisas imperfeitas, incompletas, eliminando padrões que estamos acostumados atualmente.

A essência Wabi-Sabi está presente em diversas artes japonesas, como os bonsais, as cerâmicas e a técnica kintsugi, que emprega a emenda de peças quebradas por meio do fio de ouro e empregando a filosofia de ressaltar a história da peça e sua valorização, menosprezando o descarte.


Na área da decoração, a filosofia Wabi-Sabi está sendo muito utilizada recentemente, como um contrapondo a sociedade atual, que prioriza demasiadamente a perfeição estética e alguns padrões. Ao contrário, o Wabi-Sabi anuncia a valorização do rústico, o monocromático e o aspecto natural dos elementos.


Living com elementos naturais e rústicos. Via: Meu Rebuliço


Entre as características que compõem a decoração está o uso de materiais naturais como palha, vime, madeira, além dos tecidos como algodão e linho. Isto sugere uma maior preocupação e valorização de peças artesanais, com aquele toque único e singular. Mobiliários rústicos, sem acabamentos, paredes com tijolos aparentes ou pinturas manchadas, pisos que começam a mostrar pequenas fissuras, mas que contam uma história são outros detalhes que compõem este conceito. Mas, é muito diferente daquele estilo desleixado, visto que o Wabi-Sabi foca em criar memórias aos espaços, contar a história de um ambiente por meio do desgaste, mas trazer explicitamente sensações de calmaria, de tranquilidade e de muito conforto, ou seja, tudo é projetado na medida correta, sem exageros.



Sala de estar em Mykonos, Grécia.

Na imagem acima, percebe-se o uso pontual de peças artesanais como cestos e bowls, além de outras peças como tapete de fibras naturais, diversificadas peças em madeira como a mesa e os banquinhos rústicos, e toda estrutura do telhado e das caixilharias.

Apesar de toda rusticidade, percebe-se uma preocupação com a decoração, onde todo o espaço é bem ocupado e planejado nos quesitos estético e funcional. Pontua-se também toda visão de conforto e despretensão com uma área de lazer, de recepção para amigos e de repouso total com a ideia de rede.



Espaço Gourmet com decoração rústica

A beleza da imperfeição alia-se ao minimalismo, aos toques sutis de decoração como pequenos arranjos de plantas ou galhos secos e uma paleta de cores pastel, priorizando tons pálidos que se aconchegam com a madeira. Essas são algumas maneiras de protagonizar um ambiente elegante, confortável e despretensioso, utilizando inclusive peças e objetos que você já possui, numa linguagem mais limpa.



0 visualização

NATHALY DOMICIANO |superfícies e interiores

2020 | Todos os direitos reservados

São Paulo, Brasil - (+55) 11 93330 5664